Arcos para: Violino, Viola, Cello e Baixo;
Construção e Reparos em Geral;

Archeteria desde 1987

Alguns dos nossos Clientes

Boris Belkin, Violonista virtuoso russo. Utiliza arco Francisco Silva!
Em 1973 ganhou o primeiro prêmio no Concurso Nacional de violinistas da União Soviética. Em 1974, emigrou para o ocidente, e desde então tem atuado por todo o mundo com muitas das principais orquestras, incluindo a Boston Symphony, Cleveland Philharmonic, Berlim Philharmonic, Israel Philharmonic, Los Angeles Philharmonic, Philadelphia Orchestra, Pittsburgh Symphony, Montreal Symphony, Bayerischer Rundfunk, Concertgebouw, e todas as grandes Orquestras britânicas. Maestros com quem tem colaborado, incluem Bernstein, Ashkenazy, Mehta, Maazel, Muti, Ozawa, Sanderling, Temirkanov, DOHNANYI, Dutoit, Gelmetti, Herbig, Tennstedt, Rattle, Haitink, Berglund, Mata, Chung, Hirokami, Fedoseyev, Ahronovich, Groves, Leinsdorf, Steinberg, Welser-Most, Lazalev, Simonov e muitos outros.

Itzhak Perlman utiliza o Arco Francisco Silva.
Inegavelmente o virtuoso reinante do violino, Itzhak Perlman goza de status de superstar que raramente proporcionou um músico clássico. Amado por seu charme e humanidade, bem como o seu talento, ele é estimado pelo público de todo o mundo que respondem não só para seu notável talento artístico, mas também para a alegria irreprimível de fazer música, que ele se comunica. Em janeiro de 2009, o Sr. Perlman teve a honra de participar da inauguração do presidente Barack Obama, que estréia uma peça escrita para a ocasião por John Williams e realizando com o clarinetista Anthony McGill, pianista Gabriela Montero, e o violoncelista Yo-Yo Ma. Em dezembro de 2003, a John F. Kennedy Center Of The Performing Arts concedida Sr. Perlman um prêmio Kennedy Center para celebrar suas conquistas e contribuições distintas para a vida cultural e educacional da nossa nação. Em maio de 2007, ele se apresentou no jantar de Estado da Sua Majestade a Rainha e Sua Alteza Real o duque de Edimburgo, oferecido pelo presidente George W. Bush e Laura Bush na Casa Branca.

Luiz Felipe usa o Arco Francisco Silva.
Na sala são Paulo onde tive o prazer. De ver e ouvir esse grande talento e melhor ainda pra mim tocando com um arco feito por mim, um grande abraço a Luiz Filipe. Iniciou seus estudos de violino aos quatro anos de idade na Escola Fukuda de São Paulo, onde teve como professora a violinista Elisa Fukuda. A partir dos doze anos recebeu prêmios em diversos concursos nacionais nas cidades de Juiz de Fora-MG, Piracicaba-SP, Rio de Janeiro-RJ. Aos dezesseis anos foi contemplado com o Prêmio Eleazar de Carvalho, uma bolsa de estudos do Governo de São Paulo oferecida durante o 32° Festival de Inverno de Campos do Jordão para aperfeiçoamento no exterior. Posteriormente, recebeu bolsas durante quatro anos oferecidas pela Fundação Vitae para estudar em Berlim, onde vive desde então. Foi aluno de Ulf Wallin na Hochschule für Musik “Hanns Eisler ”, em Berlim e no Royal College de Estocolmo, na Suécia. Em 2004 foi aluno de Zakhar Bron no College of Music Pitea, na Suécia. Atualmente é 1° Violino da Filarmônica de Berlim.

Claudio Cruz Regente e Diretor Musical da Orquestra Sinfônica Jovem do Estado de São Paulo utiliza arco Francisco Silva!
Iniciou-se na música com seu pai, o luthier João Cruz, posteriormente recebeu orientações de Erich Lenninger, Maria Vischnia (violino) e George Olivier Toni. Foi premiado pela Associação Paulista de Críticos de Artes (APCA), Prêmio Carlos Gomes, Prêmio Bravo, Grammy Awards entre outros. Atuou como Diretor Artístico e Regente nas montagens das óperas Lo Schiavo e Don Giovanni em Campinas, Rigoletto e La Boheme em Ribeirão Preto. Desde 1990 ocupa o cargo de Spalla da Osesp, atualmente é o Regente e Diretor Musical da Orquestra Sinfônica Jovem do Estado de São Paulo.

Daniel Auner utiliza o Arco Francisco Silva!
Sou um jovem violinista de Viena, que está realizando concertos regularmente com orquestras sinfônicas de todo o mundo. Além disso eu toco muitas músicas de câmara - especialmente com a Vienna Mozart Trio e o Quarteto Auner. O foco do meu trabalho musical é a pesquisa - eu gasto todo o meu tempo livre sentado na Biblioteca do Stiftung Mozarteum Salzburg ou no departamento de Música da Biblioteca Nacional, em Viena, estudando autores e suas mú:sicas para descobrir as intenções do compositor. Eu quero descobrir os segredos por trás das linhas. Meu último Mozart-Album "Dialog mit Mozart" tornou-se CD do Mês na revista STRAD.

Eduardo Ludueña usa o Arco Francisco Silva!
Começou a estudar violino aos 4 anos de idade pelo Método Suzuki em Córdoba e, em seguida, prosseguiu estudos superiores em Collegium da cidade. Graduou-se em Música pela Universidade Nacional de Lanús. Como professor, em 1987, ele era parte da cadeira de violino no Método Suzuki em Córdoba, continuando o seu trabalho desde 1996 na cidade de Buenos Aires. Frequentou cursos e conferências Suzuki no Brasil, Peru, Chile e Estados Unidos. Desde 2008 Master Trainer é certificada pela Associação Suzuki das Américas (SAA). Ele ensinou master classes para professores e apresentou-se em festivais em Buenos Aires, Bogotá, Assunação, San Juan de Puerto Rico e Lima. Presidente (2003/05) e membro fundador da Associaação Suzuki de Buenos Aires.

H.J. Jensen utiliza arco Francisco Silva!
Hans J. Jensen é professor do Henry e Leigh Bienen Escola de Música da Universidade Northwestern, Illinois. Ele recebeu um Diploma Solista do Royal Academy of Music, em Aarhus, na Dinamarca como um estudante de Asger Lund Christiansen, Dinamarca e estudou com Leonard Rose e Channing Robbins, US na Juilliard School. Ele também estudou em Genebra com Pierre Fournier, França. Ao lado de seus estudos como solista Hans J. Jensen estudou música de câmara na Julliard School of Music com Robert Mann e Earl Carlyss, EUA. Em maio de 2010 o professor Hans J. Jensen foi honrado com um "Charles Deering McCormick prêmio ensino". Esta é a mais alta honraria da Universidade Northwestern para o ensino de excelência.

André Micheletti utiliza o Arco Francisco Silva!
Natural de Piracicaba, André Micheletti tem duplo doutorado pela Indiana University em violoncelo e violoncelo barroco sob a orientação de Helga Winold, Nigel North e Stanley Ritchie, tendo aulas particulares e master classes com Janos Starker. Foi bolsista da CAPES-Fulbright em seus doutorados. É mestre em Violoncelo e Pedagogia do violoncelo pela Northwestern University em Chicago, sob orientação de Hans J. Jensen e Bacharel em violoncelo pela Unicamp, sob orientação de Antonio Lauro del Claro. Atualmente, André Micheletti é professor de violoncelo no Instituto Baccarelli, na Faculdade Cantareira, na Escola Municipal de Música de São Paulo e no Conservatório de Tatuí. É coordenador pedagógico e professor do Instituto Fukuda. Em 2012, assumiu a presidência da Associação Amigos Mahle.

Antônio Meneses utiliza os arcos Francisco Silva!
Filho do trompista João Jerônimo de Meneses, no primeiro ano de vida vai morar na cidade do Rio de Janeiro o pai fora convidado para integrar o elenco do Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Com 6 anos, começa a aprender violoncelo. Vence vários concursos e, aos 17, vai estudar na Europa, para aprimorar o talento. Seu instrumento é um Matteo Goffriler do século 18 (equivalente, nos violoncelos, ao violino Stradivarius). Em 2011, os jornalistas João Luiz Sampaio e Luciana Medeiros entrevistavaram Antônio Meneses, em decorrência da pausa forçada causada por um tumor benigno no pulso direito, culminando na produção do livro Antonio Meneses - Arquitetura da Emoção, acompanhado de um CD com obras solo e com participação do pianista Luiz Fernando Benedini.

Andrés Cárdenes utiliza arco Francisco Silva!
Reconhecido mundialmente como um fenômeno musical, indicado ao Grammy Andrés Cárdenes tocando seus talentos inumeráveis em uma das carreiras mais versáteis da música clássica. Um artista intensamente apaixonado e carismático, pessoalmente, Cárdenes de origem cubana recebeu o aplauso internacional de críticos e público por suas atuaçães convincentes como um violinista, maestro, violinista, músico de câmara, spalla e artista de gravação. Cárdenes foi nomeado concertino da Orquestra Sinfônica de Pittsburgh pelo maestro Lorin Maazel em 1989 e partiu após a temporada de 2010 para se concentrar em sua cerreira de regência, e solo de música de câmara.

Shlomo Mintz utiliza o Arco Francisco Silva.
Shlomo Mintz nasceu em Moscovo. Em 1959, com apenas dois anos de idade, emigrou com a família para Israel, onde estudou com Ilona Feher, uma das últimas representantes da Escola Central Europeia de Violino. Feher apresentou Shlomo Mintz a Isaac Stern, que viria a ser o seu mentor. Também foi aluno de Dorothy Delay em Nova Iorque. De 2002 a 2011, presidiu o júri do Concurso Internacional de Violino Sion Valais na Suíça. Mintz é um dos fundadores da Academia Internacional de Violino Keshet Eilon que se realiza todos os verões em Keshet Eilon em Israel e responsável por um programa de Verão de nível avançado para jovens violinistas, programa que dirigiu durante dezoito anos (de 1992 a 2010).

Henry Guerra e Francisco Silva!
O Sr. Henry Guerra e Francisco Silva são considerados dentre os melhores archetiers em atividade no Brasil.